Capítulo 5 – Eu não sabia que eu era uma princesa

O início do túnel

O som daqueles passos foram se aproximando cada vez mais, aumentando, aumentando e de passos se tornaram caminhadas múltiplas. Márcia teve a certeza que não estava só, naquele lugar. E se apressou em ver quem era.

Caminhou alguns passos e atravessou um arco florido, com uma cascata bem fina, colorido num prisma em todas as suas cores de arco íris e uma fina camada de água  cristalina, que fazia as vezes de uma cortina entre onde ela estava e uma planície enorme que se estendia em sua frente.

Que susto! Quando Márcia olhou, não acreditou! A planície estava coberta até onde os olhos alcançavam, de pessoas: homens, mulheres, crianças e velhos. Havia também um grande exército com armaduras fortes, cavaleiros e carros de guerra. Não um exército comum, mas sim um exército reluzente e com que a espera de ordens para agir.

Márcia, só não desmaiou porque seu corpo e…

Ver o post original 237 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s